Arquivo da tag: projetos

Dica da Semana: O que é o Plano de Pesquisa?

O que é o Plano de Pesquisa?

O Plano de Pesquisa é o planejamento inicial do seu projeto Ciêntífico ou de Engenharia. Nele o pesquisador levanta as questões que serão estudadas, as Hipóteses ou Objetivos, Descreve o Método que será utilizado para realizar o projeto, referências bibliográficas sobre o tema do projeto.  É o planejamento inicial de todo trabalho antes deles começar a tomar forma.

Resumidamente: Colocar no papel o que você quer fazer, porque você quer fazer isso, e como você fará isso.

O Plano de Pesquisa pode ser escrito de algumas formas diferentes, dependendo das exigências de seu Orientador ou formatações específicas exigidas de algum regulamento. Ele pode ser breve ou bastante detalhada, isso varia de acordo com o tipo de pesquisa ou desenvolvimento que você pretende realizar.

Para ajudar os estudantes a prepararem os seus planos de pesquisa, a FEBRACE utiliza uma formatação bem simples com 4 elementos básicos, que os estudantes devem descrever:

1) Questão ou problema identificado:
Em linhas gerais, a “Questão ou problema identificado” deve ser capaz de responder pelo menos 1 (uma) das questões abaixo:
· Qual é seu objetivo?
· Qual é a idéia que você está tentando testar?
· Qual é a pergunta científica que você está tentando responder?
· Quais são os problemas de sua comunidade?
· Quais são as necessidades?
· O que poderia ser melhorado?
· Defina e descreva o problema escolhido.
· Reduza o problema focando em um aspecto específico.

2) Hipótese ou Objetivo de Engenharia:
A Hípótese do projeto (para projetos científicos) ou Objetivo de Engenharia (para projetos de engenharia) do Projeto devem descrever de forma geral:
· Pense como seu projeto pode demonstrar seu propósito ou objetivo.
· Faça uma previsão dos resultados do experimento.
· Crie alternativas de soluções para resolver o problema.
· Avalie as alternativas. O que elas têm de bom, o que elas têm de ruim?

3) Descrição detalhada dos materiais e métodos (procedimentos) que serão utilizados:
Aqui você deve:
· Explicar como seu experimento será executado e como ele vai testar sua hipótese.
· Identificar as variáveis (elementos do experimento que mudam para testar a hipótese) e os controles (elementos do experimento que não mudam).
· Especificar como as medidas dos resultados vão provar ou refutar sua hipótese.
· Este procedimento deve ser como uma receita: uma outra pessoa deve poder executar o experimento seguindo o procedimento. Teste com um amigo ou parente para verificar se o procedimento está claro e completo.
· Liste os materiais e os equipamentos que serão utilizados. Esta lista deve incluir todos os equipamentos necessários para o procedimento.
· Liste soluções ao seu problema e detalhe o que você fará para chegar a esta solução. Descreva como a solução será implementada.
LEMBRETE: Durante o projeto, registre sempre no Diário de Bordo do Projeto todas as observações, os dados e resultados. Estes podem ser medidas, descrições ou anotações.

4) Bibliografia (as três referências mais importantes):
O que foi lido ou pretende ler para realizar o projeto. É o seu suporte teórico que vai ajudar a defender o seu projeto.
· Inclua livros, revistas, jornais e / ou sites consultados.
· Ao fazer referência à revistas, jornais ou qualquer publicação periódica, inclua sempre a data da publicação do material consultado.
· Ao fazer referência à sites de internet, inclua sempre o endereço completo da página visitada e data da consulta.

Você pode começar o cadastro de seu projeto pelo Plano de Pesquisa. Acesse o sistema de submissão de projetos da FEBRACE, clicando aqui.

6 Comentários

Arquivado em FEBRACE

Prêmio Instituto Claro, Novas formas de aprender.

Estão abertas as inscrições para o Prêmio Instituto Claro, Novas formas de aprender.


O Instituto Claro recebe inscrições até o dia 04 de Setembro através de seu site http://www.institutoclaro.org.br.

Esta é a mais nova iniciativa do instituto que tem como objetivo estimular e reconhecer iniciativas que potencializem o uso das novas tecnologias de informação e comunicação em conteúdos e práticas inovadoras de aprendizagem.

Serão concedidos mais de R$ 100 mil em prêmios, de acordo com as seguintes modalidades: Pesquisa, Desenvolvimento e Vivência. Veja o detalhamento abaixo.

A) Modalidade: Pesquisa
Estímulo aos estudantes para desenvolverem pesquisas científicas.
Possui duas sub-categorias:
§ Graduação e Curso Técnico – inclui trabalhos de iniciação científica e de conclusão de curso.
Premiação: R$ 5 mil.
§ Pós-Graduação (Lato Sensu e Strictu Sensu) – inclui trabalhos de especialização, mestrado e doutorado.
Premiação: R$ 16 mil.

B) Modalidade: Desenvolvimento
Incentivo a instituições educativas formais e não-formais, como universidades, escolas públicas e privadas, ONGs e outras associações e organizações, a implementar, manter ou complementar projetos e ideias inovadoras.
Premiação: R$ 80 mil, a ser distribuído entre os vencedores.

C) Modalidade: Vivência
Reconhecimento dos melhores relatos de práticas educacionais implementadas por educadores e professores.
Premiação: Notebook.

Deixe um comentário

Arquivado em Oportunidade

Dicas para Jovens Cientistas.

As informações abaixo, vem de um artigo publicado originalmente na Edição 4 do informativo FEBRACE Acontece, e traz dicas da Profa. Dra. Roseli de Deus Lopes que podem ser úteis para o jovem começando um projeto, ou mesmo para aqueles que tem vontade de realizar um projeto, mas não sabe por onde começar.

Prof. Dra. Roseli de Deus Lopes - Coord. Geral da FEBRACE

Prof. Dra. Roseli de Deus Lopes - Coordenadora Geral da FEBRACE

Dicas para um jovem cientista

1) Uma parte importante da atividade do cientista é saber observar e identificar os problemas e necessidades. Um bom cientista deve estar atento à realidade que o cerca.

2) Nenhum pesquisador trabalha inteiramente sozinho, e nenhum aprende sozinho a pesquisar. A ajuda de colegas e a orientação de alguém mais experiente são fundamentais para a pesquisa e a formação do pesquisador.

3) Os cientistas também enfrentam dificuldades financeiras. Porém, em algumas situações, quando você não possui ou não pode adquirir todos os materiais para conduzir a pesquisa, tente procurar materiais alternativos que possam substituí-los. Essa solução pode ser inovadora.

4) O interesse pelo tema escolhido é importante. Tente usar a sua experiência e a criatividade não apenas no realização do trabalho de pesquisa, mas também na escolha do que pesquisar.

5) Não desamine se ao desenvolver seu projeto você chegar à conclusão de que a hipótese que você formulou não é válida. Mostrar que uma hipótese não é válida, ou que uma determinada estratégia não serve para validar ou não uma hipótese, é também um resultado importante.

7 Comentários

Arquivado em Vale a pena Ler