Arquivo da categoria: Feiras de Ciência

Informações sobre feiras de ciências no Brasil e no Mundo.

Jovens cientistas do estado de São Paulo expõem seus projetos entre 3 e 5 de dezembro no Catavento Cultural Educacional

Com o objetivo de incentivar o espírito investigativo, o empreendedorismo e a criatividades de jovens entre 14 e 20 anos, que sejam estudantes de 8ª e 9ª séries do Ensino Fundamental, Ensino Médio ou Ensino Técnico no Estado de São Paulo, o Catavento Cultural e Educacional – museu de ciência e tecnologia da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo – recebe, pelo quarto ano consecutivo, a Mostra Paulista de Ciências e Engenharia – MOP, promovida pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, por meio do Laboratório de Sistemas Integráveis.

Farão parte da mostra 112 projetos distribuídos nas áreas de engenharia, ciências exatas e da terra, humanas, sociais aplicadas, biológicas, da saúde e agrárias. Selecionados entre os mais de 200 inscritos, os projetos são da autoria de alunos de escolas públicas e particulares. Além de boas ideias, os projetos deverão propor soluções inovadoras para problemas da sociedade com base na metodologia científica e de engenharia.

Os seis projetos com maior destaque na MOP 2014 terão vaga garantida na edição de 2015 da FEBRACE – Feira Brasileira de Ciências e Engenharia, e os três melhores de cada área serão premiados com troféus, medalhas e certificados. Dez estudantes serão selecionados para receber bolsas de Iniciação Científica Jr. concedidas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

De acordo com a professora Roseli de Deus Lopes, coordenadora geral da MOP, “além da divulgação e valorização de jovens talentos para ciências e engenharia e suas pesquisas, as feiras e mostras científicas abrem novas oportunidades acadêmicas e profissionais, tanto para os jovens como para seus professores orientadores. Constituem-se, portanto, importantes instrumentos para a melhoria da educação básica e técnica”.

A MOP 2014 é organizada pelo Catavento Cultural e Educacional e o Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológicos – LSI-TEC e conta com o apoio institucional dos Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e da Educação (MEC), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e das Secretarias da Cultura e Educação do Estado de São Paulo.

Sobre o LSI

O Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológicos (LSI-TEC) é uma instituição de desenvolvimento tecnológico, com linhas de ação reconhecidas nacional e internacionalmente, tornando-o um centro de referência mundial dedicado ao desenvolvimento e inovação em tecnologias avançadas.

Fundado em 1999, o laboratório é um elo entre a sociedade e as instituições científicas de excelência, promovendo a aplicação do conhecimento em tecnologia e levando inovações à sociedade por meio de parcerias com instituições dos setores público e privado.

Dirigido por professores da Universidade de São Paulo e com projetos em parceria com o Laboratório de Sistemas Integráveis da Escola Politécnica da USP, o LSI-TEC conta com uma equipe altamente qualificada e multidisciplinar. Suas atividades são baseadas em três princípios: excelência, inovação e empreendedorismo.

Sobre o Catavento

Fruto de parceria entre as Secretarias Estaduais da Cultura e da Educação, o espaço foi inaugurado em março de 2009. São mais de 250 instalações em oito mil metros quadrados, divididas em quatro seções (Universo, Vida, Engenho e Sociedade), cada uma delas elaborada com iluminação e sons diferentes, que contribuem para criar atmosferas únicas e envolventes.

Atrações como aquários de água salgada, anêmonas e peixes carnívoros e venenosos, uma maquete do sol e uma parede de escaladas onde é possível ouvir histórias de personalidades como Gengis Khan, Júlio César e Gandhi, são apenas alguns exemplos de como o visitante pode aprender e se divertir ao mesmo tempo.

No local também é possível conferir as atrações da Fundação Museu da Tecnologia de São Paulo, que teve seu acervo transferido para o Catavento no início de 2011. Entre os principais equipamentos estão a locomotiva Dübs (fabricada em 1888 na Inglaterra que pertenceu à Cia. Paulista de Estradas de Ferro e foi usada brevemente para o transporte de carga) e o avião DC-3 (1936), que foi utilizado como cargueiro militar na Segunda Guerra Mundial.

 

Serviço Catavento Cultural e Educacional

Onde: Palácio das Indústrias – Praça Cívica Ulisses Guimarães, s/no (Av. Mercúrio), Parque Dom Pedro II, Centro – São Paulo/SP

Telefone11 3315-0051 – atendimento das 11h às 17h

Quando: terça a domingo, das 9h às 17h (bilheteria fecha às 16h).

Quanto: R$ 6 e meia-entrada para estudantes, idosos e portadores de deficiência. Gratuito aos sábados

Como chegar: www.cataventocultural.org.br/mapas.asp

Acesso por transporte público: estação de metrô Pedro II e terminal de ônibus do Parque Dom Pedro II.

Estacionamento: R$ 10 até 4 horas (para visitantes do museu). Adicional por hora: R$ 2,00 (capacidade para 200 carros). Ônibus e vans: R$20,00.

Infraestrutura: acesso para pessoas com deficiência locomotora.

Deixe um comentário

Arquivado em Feiras de Ciência

Prorrogado prazo de inscrição para o Campus Mobile 2014

Estudantes com projetos nas Categorias Tecnologias Sociais e Empreendedorismo podem se inscrever até o dia 09/11/2014

                Alunos de graduação e ensino técnico interessados em participar do Campus Mobile ganharam mais uma chance de se inscrever para o programa. O Instituto Embratel Claro, em parceria com o Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC) e apoio da Escola Politécnica da USP, anuncia a prorrogação das inscrições até 09/11/2014 pelo site www.institutoclaro.org.br/campusmobile.

            Os interessados devem preencher um cadastro com uma apresentação simples de seu projeto e dos realizadores. Os projetos podem ser propostos individualmente ou em grupos de até três pessoas, compostos por universitários ou estudantes de Ensino Técnico com idade igual ou superior a 18 anos, e enquadrados em uma das duas categorias disponíveis: Tecnologias Sociais e Empreendedorismo.

            Em Tecnologias Sociais, os candidatos devem propor aplicativos para dispositivos móveis, como celulares e tablets, que promovam benefícios para as áreas educacionais, ambientais, de saúde ou cidadania. Já na categoria Empreendedorismo, o desafio é o desenvolvimento de aplicativos com foco na criação de produtos ou de serviços inovadores.

Os vencedores de cada categoria participam de uma viagem de imersão na Universidade de Stanford, além de outros prêmios em dinheiro para as equipes com melhor desempenho.

Deixe um comentário

Arquivado em Feiras de Ciência

Unilever abre inscrições para o Prêmio Unilever de Sustentabilidade para Jovens Empreendedores.

Unilever

A competição premiará sete projetos que visam melhorar a qualidade de vida e tem inscrições abertas até 1º de agosto.

Para participar da competição, basta ter no máximo 30 anos de idade e apresentar uma ideia inovadora para melhorar a qualidade de vida e reduzir impactos ambientais.

O prêmio, realizado em parceria com o Instituto para a Liderança em Sustentabilidade de Cambridge (CISL) e em colaboração com a entidade Ashoka, oferece mais de € 200 mil em apoio financeiro a sete finalistas. Quem ficar em primeiro lugar também receberá o Prêmio Príncipe de Gales de Jovem Empreendedor da Sustentabilidade.

Os finalistas participarão de um programa de desenvolvimento online e de uma oficina na Universidade de Cambridge, Reino Unido, onde receberão ajuda de especialistas e orientação profissional para desenvolverem seus projetos. A competição será feita no Ashoka Changemakers.

Informações completas podem ser encontradas no site da Unilever: http://www.unilever.com.br/media-centre/pressreleases/2014/Buscamos-jovens-com-grandes-ideias.aspx/

Fonte: Meio e Mensagem

Deixe um comentário

Arquivado em Feiras de Ciência

Genius Olympiad 2014 premia projetos de estudantes brasileiros

7 projetos são premiados na competição realizada nos EUA

     A Genius Olympiad (http://www.geniusolympiad.org), organizada pela Oswego State University of New York, é uma competição internacional voltada para o meio ambiente nas áreas de Ciências, Artes, Escrita Criativa, Engenharia, Design e Desenvolvimento de Políticas para estudantes secundários.

A Genius Olympiad 2014 foi a quarta edição do evento que ocorreu dos dias 15 a 20 de junho de 2014, na cidade de Oswego nos EUA e contou com a participação de 13 projetos finalistas brasileiros credenciados pela FEBRACE, pela MOCINN, pela MOSTRATEC, pela MILSET Brasil e projetos submetidos diretamente.

Foram duas medalhas de ouro na categoria Ecologia e Biodiversidade, com projetos credenciados pela FEBRACE e pelo colégio Dante Alighieri, dos estudantes Tainá Felix, Valdeson Souza (FEBRACE) e Laura Tonidandel (Dante Alighieri).

Ainda na categoria Ecologia e Biodiversidade, a estudante Giulia Maria Ramella, também credenciada pelo colégio Dante Alighieri, levou para casa a medalha de prata com seu projeto “Busca por novos alvos terapêuticos no combate ao câncer: modulação do FASL por Prostaglandina E2 em linfócitos- FASE I”.

Além das medalhas, quatro projetos brasileiros foram premiados com menções honrosas nas categorias Ecologia Humana, Recursos e Energia e Qualidade Ambiental.

Deixe um comentário

Arquivado em Feiras de Ciência

Ângela Ferreira conquista Prêmio do Conselho Regional de Química: dez mil reais e um certificado de reconhecimento

           A estudante Ângela Ferreira, e sua orientadora, Joana Félix, que já participaram de feiras como a MOP (Mostra Paulista de Ciências e Engenharia), a FEBRACE (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia) e a Intel ISEF (International Science and Engineering Fair), foram reconhecidas com um importante prêmio nesse mês de maio.

           Com o projeto: Pele humana para transplantes e testes farmacológicos, Ângela e Joana ganharam o prêmio na modalidade “Química de Nível Médio”. A pesquisa da jovem consiste na elaboração de uma matriz pura que se comporte como a pele humana para ser utilizada em transplantes e, principalmente, em testes de cosméticos e outros fármacos, visto a problemática dos testes em animais.

          O Conselho Federal de Química foi criado em 18 de junho de 1956 para regulamentar o exercício profissional e com ele foram criados também os Conselhos Regionais de Química. Hoje, há 21 Conselhos Regionais de Química no Brasil e o da quarta região (CRQ-IV), responsável pela fiscalização no Estado de São Paulo, é o maior do país.

            Além da função legal de registrar e fiscalizar o exercício profissional, o CRQ paulista desenvolve diversas atividades destinadas principalmente a contribuir com o aprimoramento do conhecimento técnico dos profissionais. Para isso, promove palestras e cursos gratuitos sobre os mais variados segmentos da química, além de firmar parcerias que possibilitam a concessão de bolsas de estudos em cursos intensivos e até mesmo de pós-graduação.

         Entre essas ações encontra-se o prêmio do conselho regional de química, que este ano tem a sua entrega no dia 7 de junho, como parte das comemorações do conselho pelo Dia do Profissional da Química. Os autores dos melhores trabalhos em cada modalidade receberão R$10 mil e certificados.  Os orientadores dos projetos também receberão certificados além de R$4,6 mil.

Deixe um comentário

Arquivado em Feiras de Ciência

Seleção brasileira marca presença na maior feira de ciências e engenharia do mundo conquistando 3 prêmios

Na cerimônia de premiação da Intel ISEF (International Science and Engineering Fair), nomeada “Grand Awards Ceremony”, o Brasil tem um ótimo desempenho conquistando 3 importantes prêmios. Os estudantes competiram por mais de US $ 4 milhões em prêmios e foram julgados pela sua capacidade criativa e pensamento científico, rigor, competência e clareza mostrada em seus projetos.

Estes jovens cientistas fazem parte da delegação de 38 estudantes brasileiros representando 21 projetos que foram finalistas das duas principais feiras nacionais – FEBRACE (São Paulo, SP) e MOSTRATEC (Novo Hamburgo, RS), e da Escola Americana de Campinas

Conheça os estudantes brasileiros vencedores da Grand Awards Ceremony (16/05/14):

 

Raíssa Muller (18 ) e Gabriel Chiomento da Motta (18)

Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha, Novo Hamburgo, RS

Projeto: FISA: Film for Selective Absorption

[FINALISTAS PELA FEBRACE]

Professor orientador: Schana Andreia da Silva

Prêmio: Segundo Lugar em Engenharia de Materiais (US$1,500)

 

Barbara Carolina Federhen (19)

Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha, Novo Hamburgo, RS

Projeto: Asparaginase Production from Kefir: An Alternative for the Treatment of Acute Limphoblastic Leukemia

[FINALISTA PELA MOSTRATEC]

Professor orientador: Carla Kereski Ruschel

Prêmio: Terceiro Lugar em Bioquímica (US$ 1,000)

 

Salvador Alvarado-Olivo (17)

Escola Americana de Campinas, Campinas, SP

Projeto: Responsible (at Home) Recycling of Disposable Diapers

[FINALISTA PELA ESCOLA AMERICANA DE CAMPINAS]

Professor orientador: Maurício Fernando Gozzi

Prêmio: Terceiro Lugar em Gestão Ambiental (US$ 1,000)

 

A Intel ISEF faz parte de um programa da Society for Science & the Public e da Intel Foundation (http://www.societyforscience.org/) e é uma Feira Internacional de Ciências e Engenharia realizada anualmente em maio, nos EUA. Para participar, o estudante precisa ser indicado por meio de uma das feiras nacionais credenciadas ao redor do mundo. Desde 1950, um Estado norte-americano diferente hospeda a feira. Neste ano, a 65ª edição da feira foi em Los Angeles, Califórina, de 10 a 16 de maio, e reuniu mais de 1.700 estudantes de 70 países.

Para recebê-los a organização da Intel ISEF contou com uma estrutura que envolveu cerca de 500 voluntários, 200 intérpretes e ainda 1200 avaliadores – todos com titulação de Ph.D.s ou equivalente – para julgar os melhores projetos. É uma competição baseada na qualidade de projetos e pesquisas desenvolvidos por estudantes de todo o mundo que ainda não chegaram ao ensino superior e que competem por mais de cinco milhões de dólares em prêmios. O principal objetivo é apresentar as inovações de jovens criativos do mundo todo, além de gerar a oportunidade para que jovens talentos sejam reconhecidos internacionalmente.

 

ATENDIMENTO À IMPRENSA

- Elena Saggio: (11) 3091-5667 / (11) 3091-5676 / elena@lsi.usp.br

- Ana Beatriz Passaretti: (11) 3091-5667 / anabia@lsi.usp.br

1 comentário

Arquivado em Feiras de Ciência

Gabriel Galdino, estudante brasileiro, tem seu projeto científico reconhecido como um dos melhores das Américas em feira internacional

Uma delegação de 38 estudantes brasileiros foi selecionada para disputar a maior feira pré-universitária de ciências do mundo, a Intel ISEF (Intel International Science and Engineering Fair). Os alunos, representando 21 projetos, conquistaram as vagas nas duas principais feiras de ciências nacionais, a MOSTRATEC, Novo Hamburgo, RS e a FEBRACE, São Paulo, SP, além de um grupo de estudantes da Escola Americana de Campinas.

Destes, sete projetos brasileiros foram reconhecidos pelo Departamento de Desenvolvimento Humano, Educação e Emprego da OEA, ficando entre os 50 melhores projetos das Américas, escolhidos entre os finalistas da Intel ISEF 2014.

 Gabriel Galdino, Campo Grande, MS, credenciado pela FEBRACE, ficou entre os seis melhores das Américas, por sua contribuição para o desenvolvimento integral das Américas através do seu projeto: Desenvolvimento de tecnologia adesiva para prevenir a proliferação de larvas do mosquito da dengue.

A Intel ISEF faz parte de um programa da Society for Science & the Public e da Intel Foundation (http://www.societyforscience.org/) e é uma Feira Internacional de Ciências e Engenharia realizada anualmente em maio, nos EUA. Para participar, o estudante precisa ser indicado por meio de uma das feiras nacionais credenciadas ao redor do mundo. Desde 1950, um Estado norte-americano diferente hospeda a feira. Neste ano, a 65ª edição da feira foi em Los Angeles, Califórina, de 10 a 16 de maio, e reúniu mais de 1.700 estudantes de 70 países.

 

ATENDIMENTO À IMPRENSA

- Elena Saggio: (11) 3091-5667 / (11) 3091-5676 / elena@lsi.usp.br

- Ana Beatriz Passaretti: (11) 3091-5667 / anabia@lsi.usp.br

Deixe um comentário

Arquivado em Feiras de Ciência