Jovens cientistas do estado de São Paulo expõem seus projetos entre 3 e 5 de dezembro no Catavento Cultural Educacional

Com o objetivo de incentivar o espírito investigativo, o empreendedorismo e a criatividades de jovens entre 14 e 20 anos, que sejam estudantes de 8ª e 9ª séries do Ensino Fundamental, Ensino Médio ou Ensino Técnico no Estado de São Paulo, o Catavento Cultural e Educacional – museu de ciência e tecnologia da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo – recebe, pelo quarto ano consecutivo, a Mostra Paulista de Ciências e Engenharia – MOP, promovida pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, por meio do Laboratório de Sistemas Integráveis.

Farão parte da mostra 112 projetos distribuídos nas áreas de engenharia, ciências exatas e da terra, humanas, sociais aplicadas, biológicas, da saúde e agrárias. Selecionados entre os mais de 200 inscritos, os projetos são da autoria de alunos de escolas públicas e particulares. Além de boas ideias, os projetos deverão propor soluções inovadoras para problemas da sociedade com base na metodologia científica e de engenharia.

Os seis projetos com maior destaque na MOP 2014 terão vaga garantida na edição de 2015 da FEBRACE – Feira Brasileira de Ciências e Engenharia, e os três melhores de cada área serão premiados com troféus, medalhas e certificados. Dez estudantes serão selecionados para receber bolsas de Iniciação Científica Jr. concedidas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

De acordo com a professora Roseli de Deus Lopes, coordenadora geral da MOP, “além da divulgação e valorização de jovens talentos para ciências e engenharia e suas pesquisas, as feiras e mostras científicas abrem novas oportunidades acadêmicas e profissionais, tanto para os jovens como para seus professores orientadores. Constituem-se, portanto, importantes instrumentos para a melhoria da educação básica e técnica”.

A MOP 2014 é organizada pelo Catavento Cultural e Educacional e o Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológicos – LSI-TEC e conta com o apoio institucional dos Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e da Educação (MEC), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e das Secretarias da Cultura e Educação do Estado de São Paulo.

Sobre o LSI

O Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológicos (LSI-TEC) é uma instituição de desenvolvimento tecnológico, com linhas de ação reconhecidas nacional e internacionalmente, tornando-o um centro de referência mundial dedicado ao desenvolvimento e inovação em tecnologias avançadas.

Fundado em 1999, o laboratório é um elo entre a sociedade e as instituições científicas de excelência, promovendo a aplicação do conhecimento em tecnologia e levando inovações à sociedade por meio de parcerias com instituições dos setores público e privado.

Dirigido por professores da Universidade de São Paulo e com projetos em parceria com o Laboratório de Sistemas Integráveis da Escola Politécnica da USP, o LSI-TEC conta com uma equipe altamente qualificada e multidisciplinar. Suas atividades são baseadas em três princípios: excelência, inovação e empreendedorismo.

Sobre o Catavento

Fruto de parceria entre as Secretarias Estaduais da Cultura e da Educação, o espaço foi inaugurado em março de 2009. São mais de 250 instalações em oito mil metros quadrados, divididas em quatro seções (Universo, Vida, Engenho e Sociedade), cada uma delas elaborada com iluminação e sons diferentes, que contribuem para criar atmosferas únicas e envolventes.

Atrações como aquários de água salgada, anêmonas e peixes carnívoros e venenosos, uma maquete do sol e uma parede de escaladas onde é possível ouvir histórias de personalidades como Gengis Khan, Júlio César e Gandhi, são apenas alguns exemplos de como o visitante pode aprender e se divertir ao mesmo tempo.

No local também é possível conferir as atrações da Fundação Museu da Tecnologia de São Paulo, que teve seu acervo transferido para o Catavento no início de 2011. Entre os principais equipamentos estão a locomotiva Dübs (fabricada em 1888 na Inglaterra que pertenceu à Cia. Paulista de Estradas de Ferro e foi usada brevemente para o transporte de carga) e o avião DC-3 (1936), que foi utilizado como cargueiro militar na Segunda Guerra Mundial.

 

Serviço Catavento Cultural e Educacional

Onde: Palácio das Indústrias – Praça Cívica Ulisses Guimarães, s/no (Av. Mercúrio), Parque Dom Pedro II, Centro – São Paulo/SP

Telefone11 3315-0051 – atendimento das 11h às 17h

Quando: terça a domingo, das 9h às 17h (bilheteria fecha às 16h).

Quanto: R$ 6 e meia-entrada para estudantes, idosos e portadores de deficiência. Gratuito aos sábados

Como chegar: www.cataventocultural.org.br/mapas.asp

Acesso por transporte público: estação de metrô Pedro II e terminal de ônibus do Parque Dom Pedro II.

Estacionamento: R$ 10 até 4 horas (para visitantes do museu). Adicional por hora: R$ 2,00 (capacidade para 200 carros). Ônibus e vans: R$20,00.

Infraestrutura: acesso para pessoas com deficiência locomotora.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s