Professor destaque da FEBRACE 2014, Ricardo Fonseca fala com a gente em entrevista

Qual foi a sua maior motivação para se tornar professor?

Creio que a vontade de mudar o mundo, mostrar como podemos olhar de forma diferenciada ao nosso redor, dizer para os outros que, se quisermos, tudo é possível. Foi um sonho que ocorreu há 34 anos atrás, contra a família, contra tudo e todos, vim para o Nordeste e com o passar do tempo vi que não podia mais deixar, ficou entranhado no meu DNA.

 Como foi trabalhar com projetos de pesquisa e inovação na educação básica?

Muito difícil no início, com relação aos gestores e professores, por aqui não se acredita em pesquisa, muito menos pesquisa na educação básica, quebramos paradigmas, meus próprios colegas caçoam das minhas ideias e prestam um desserviço. Mas com os alunos a coisa é outra, cada aula é única, eles vibram demais, acreditam na mesma intensidade, hoje meus alunos são filhos ou até netos dos que quando comecei, virou um caso de família.

 Qual o maior desafio dos professores hoje segundo a sua opinião?

As drogas e a competição com a NET, por isso temos que utilizar as redes sociais e postar os comentários, vídeos, aulas, como querem ser celebridade serão sim, mas pelo esforço, por isso posto todos os prêmios e conquistas, para que eles se voltem para a sala de aula na intenção de saírem nas mídias. Com relação as drogas peço que não as usem, que é bem melhor se drogarem com bons livros, chocolate amargo, namorando, desenvolvendo projetos científicos voltados, principalmente, para o bem comum, tenho orgulho de dizer que eles seguem este norte e nunca tivemos problemas.

Em contraponto do maior desafio, qual o melhor aspecto de ser um professor?

O Professor é uma autoridade, um espelho, geralmente quando me pedem carteira em uma blitz, perguntam: Se o senhor é alguma autoridade se identifique, eu digo: Em sala de aula sou sim. O reconhecimento é o ponto maior, muitas vezes recebemos abraços nas ruas de pessoas que nem nos lembramos, ficamos enrolando até que alguma dica seja dada e a pessoa diz: O senhor foi meu professor em Quixadá, no ano de 1983 (por exemplo). Eu não me lembrava mais dele mas ele lembrava-se de mim, então fui importante em algum momento na vida desta pessoa. O professor pode ajudar a fazer um cidadão ou um marginal, dependendo das palavras, do incentivo, então, eu formo cidadãos, que vão formar outros e acredito que com isso o mundo possa realmente mudar.

 Como foi ganhar o Prêmio Professor Destaque?

É de todos nós, não ganhei, todos ganhamos, sabe daquela história onde não tem perdedor, onde todos ganham, ganhou a FEBRACE porque entendeu que este prêmio deveria ser criado para valorizar todos nós e o que a FEBRACE diz todo mundo endossa, ganharam os alunos que acreditaram no professor e passaram a acreditar mais ainda, ganhou o Ceará, eu ganhei também porque as pessoas acreditaram que o que eu faço é a coisa certa, em diversos momentos eu tive dúvidas quanto a isso. Inenarrável a sensação, não acreditei até ver meus alunos correndo na minha direção, fiquei flutuando, para mim foi melhor que um ator ganhar um Óscar, um artilheiro fazer um gol nos últimos segundos e seu time ganhar o campeonato, foi o reconhecimento de uma vida inteira, e olha que uma semana antes, um colega de profissão me disse que nada destes trabalhos significavam coisa alguma, que eu era um sonhador abestado, eu não precisei responder todos os que fazem a FEBRACE responderam por mim. Ainda nem consegui dormir de tanta felicidade, choro sempre que me lembro, mas entreguei ao Mestre Jesus e ao Nosso Pai estas conquistas, foi de Deus que partiu a ideia deste presente único.

Quais são seus planos para o futuro, academicamente falando?

Se eu sair para o Doutoramento, pois estou terminando o Mestrado e só não terminei porque estou envolvido com muitos projetos, as coisas não vão mais continuar, então vou permanecer abastecendo este sonho, as aulas para as Olimpíadas aos sábados continuam, os projetos continuam, as coisas vão permanecer da mesma forma até o dia que eu ainda conseguir dar uma aulinha. Não tenho outros planos só continuar o que faço, agora, com mais amor ainda.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Feiras de Ciência

Uma resposta para “Professor destaque da FEBRACE 2014, Ricardo Fonseca fala com a gente em entrevista

  1. Adilson Ferreira De Melo

    eu so posso dizer obrigado a esses professores que sempre acreditaram em seus alunos e mais do que isso apostaram neles eu fui professor da minha filha Rayane Dayara sabia do potencial dela mas temia por falta de opotunidade mas graças a deus surgiu essa luz na ifms na vida dela sou grato por tudo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s